27 thoughts on “Alemanha aposta em ‘armas híbridas’ para disfarçar a sua incapacidade de continuar a armar a Ucrânia

  1. O Frankenstein é o “game changer”, segundo a turma do chapéu de alumínio.

    O canhão de Paris, também chamado Kaiser Wilhelm Geschütz (canhão do Kaiser Guilherme) não tomou paris…

    Será que o Frankenstein e os uniformes Hugo Boss (os identitários preferiam Balenciaga) vão chegar em Moscou???

    1. Sobre o “nacionalismo WOKE”.

      A nova versão da bandeira LGBTTIQ+ estava ao lado de todas as bandeiras dos Estados europeus, na entrada do parlamento da União Europeia.

      Que tipo de monstruosidade é esse que foi assumida como elemento definidor da identidade dos Estados europeus? (Isso é claramente coisa do Macron).

      A esse compromisso e fidelidade com o ideário do Estado-nação que chamamos de “homonacionalismo”.

      Os países da Europa agora são simples “Estados da Europa Fortaleza”.

      1. Os ocidentais (sionistas, estadunidense, ingleses, franceses e etc…) acham que quem não aceita os “valores feministas e LGBT” é um selvagem.

        A universalização dos valores vinculados à agenda feminista e dos direitos LGBTTIQ+ como moralmente superiores passa a ter outro alcance e efeitos quando transformados em retórica de poder de Estados.

        Eles podem até mesmo atacar (agressão militar) países ou dar golpes de estado (Peru, ou outros “regimes que violam os direitos humanos”) para promover a agenda deles.

        Agora podemos falar em “Feminazis” e “Gayzistas” literalmente.

        Eles vão lutar contra os “selvagens” da “horda russa” até o ultimo delXs.

        Os europeus estão “operando dentro da lógica binária” de que tudo que a Rússia defende (família tradicional, cristianismo e etc…).

        1. Os ocidentais (doutrinados pelos SIONISTAS), especialmente os europeus acreditam que tudo que a Rússia defende (família tradicional, cristianismo e etc…) não presta…

          Por isso que a guerra só vai acabar quando “um dos lados deixar de existir”.

          Quem também trabalha na lógica binária são os políticos (PT, PSDB, BOZO).

          Por isso não existe “oposição programática” (uma daquelas palavras bonitas que ninguém fala mais), o pessoal prefere a POLARIZAÇÃO.

          Eu sou um selvagem e não aceito ser “civilizado”, não é que eu quero “destruir a civilização ocidental”…

          O problema é que “não podemos viver sob o mesmo céu”…

          1. O “identitarismo” é a verdadeira “FRENTE AMPLA”.

            Todo mundo dentro do sistema, PSDB (Centro Direita), até o PT (Centro Esquerda) defendem o identitarismo.

            Quem é contra vai ser “isolado e eliminado” pelo “sistema”. Por isso o Bozo é “apenas tolerado” e o PCO está em vias de “criminalização e fechamento”.

            Uma coisa que pouca gente entende é o judiciário (como é que um monte de juízes idosos e de extrema direita), tem uma lacração absurda.

            Outro dia um TRIBUNAL SUPERIOR decidiu que não tem problema fumar maconha no local de trabalho no horário de expediente (o identitário tinha sido demitido por fazer isso no intervalo, mas o tribunal “foi além do caso concreto, legislaram mesmo).

            Deveriam ter liberado o sexo (desde não seja heterossexual, nesse caso é safadeza).

            Local de Trabalho é local de trabalho. (Apenas a minha opinião).

            A mudança não vem de baixo (dos advogados, que “deveriam” ser os mais jovens). Nos outros países tem uma certa “escadinha de idade”, sim estou fazendo piada com a biblioteca de maçons e seus andares (níveis).

            A mudança vem de cima (os gringos e as “grandes universidades estadunidenses”) doutrinam os juízes, promotores, procuradores, advogados públicos.

            Uma pessoa “do sistema” e principalmente de cabelo branco se escutar isso não acredita.

            Isso é diferente do que faz o PSOL (advogados militantes LGTV) que peticionam ao mesmo tempo em dezenas de comarcas “pra ver se passar um”, ativismo judicial.

        2. A França disse que “ser LGBT” era um “elemento de identidade nacional”…

          Agora “ser feminista” e ser “LGBT” são OS PILARES DO NACIONALISMO EUROPEU (Europa enquanto “um só pais”, na verdade um império, um Reich). O nacionalismo sionista (se “eles” podem ter nacionalismo religioso então “todo mundo pode”… DEUS VULT) e o nacionalismo estadunidense possuem os mesmo pilares…

          As vertentes promovidas são as MAIS RADICAIS, “ser feminista” significa (eliminar o Cromossomo Y, criando o mundo mágico da Fraquejada Maravilha) ser “LGBT” significa defender o fim da heteronormatividade (família tradicional nuclear).

          A Europa é tão vazia (intelectualmente e moralmente) que qualquer coisa serve para eles como “identidade nacional” ou “nacionalismo”.

          Sinceramente eu não acho que a eleição estadunidense vai fazer diferença, mas muita gente acha prudente esperar.

          De onde menos se espera, daí é que não sai nada….

          1. Eu tenho um truque de escrita (simples codificação linguista) que serve para que pessoas normais entendam e especialistas entendam o que eu escrevo…

            Os únicos que não entendem são os pseudointelectuais e os professores…

            Dito isso, os militares brasileiros de alta patente são iguais aos “deuses do judiciário”, não passam de putinhas dos gringos.

            Todos eles são de extrema direita, mas quando os gringos mandam lacrar, eles lacrar.

            Tudo é culpa dos gringos… Nem sempre são “ordens”, no caso do Lula ou da Dilma é só sugerir alguma coisa e eles aceitam como se fosse algo divino (verdade revelada).

            O Lula criou a Força Nacional de Segurança que não serve pra nada.

            A Dilma colocou mulheres nas forças armadas (AMAN) só pra lacrar.

            Um homem pra chegar no topo da carreira tem que subir 20 degraus, uma mulher só precisa subir 7, são privilegiadas.

            Aqui no meu estado a lacração “chegou de forma diferente”, as tropas de elite eram 60 de quase 20 mil. Agora são 600, pra colocar mulheres “baixaram o nível” agora tem de tudo, até gordão de 7 (sete) arrobas.

            Elite é elite porra, não tem lugar pra lacração.

            O governador não deixa passar de 20 mil pois não quer criar um “tribunal militar”… Esse tribunal é só mamata.

            Outra lacração dos tribunais superiores é encher a PM de mulheres.

            Em São Paulo a maioria das composições são 1 cabo ou sargento e 3 mulheres…

            Outra coisa que eu não entendo é essa palhaçada de diploma pra entrar na polícia, principalmente nos estados que pagam mais.

            Esse academicismo é imundo.

            Outra coisa é que a lacração está acabando com as universidades “públicas e privadas”.

            Os estudantes só fazem TCCs sobre lacração, sob incentivo das instituições e professores.

          2. Os identitários odeiam o trabalho e os trabalhadores.

            Uma amiginho identitário do “sexta feira” estava fazendo piada com o fato de que uma pessoa limpava o convés do navio.

            Quando eu digo que lugar de identitário é no Gulag canavieiro me chamam de radical. Na verdade eu sou é muito moderado, o certo mesmo seria mandar pra “Samsara”…

            Eu tenho fé na humanidade, eu acho que um identitário “pode virar gente”.

            O único “nacionalismo de esquerda” é o do PCO que fala simplesmente em extinguir as Forças Armadas e usar “milicias”. (Não é uma posição exótica e sim “Picaretagem Trotskista”).

            O resto da esquerda prefere confiar na “isenção técnica dos militares”.

            Isenção técnica de cu é rola… Não existem “tecidos isentos”. Os dados (números) são isentos, a interpretação nada.

            ONDE ESTÃO OS DADOS QUE MOSTRAM QUE O GRIPEN NG É O CACADOR DE SUKHOI?

            Ou se extinguem as Forças Armadas “para recomeçar” ou se coloca os militares sob tutela (chega de comprar lixo sionista e sucata padrão OTAN).

            Não existe nacionalismo de direita, o neoliberalismo é incompatível com o nacionalismo. Na direita só tem bandidos que querem “vender a estradinha” e ir pra Miami dar a bunda pros Navy Seals.

            Deveríamos ter um “nacionalismo melancia”. (Uma versão petista, ainda que ruim pelo menos serviria como norte para a “esquerda do sistema”).

            O pessoal da NR reclama do “nacionalismo da estradinha”, mas é o melhor modelo disponível no momento. A opção é o nazismo para Todes da OTAN.

            Não tenho “capacidade” para formular um modelo por conta própria…

          3. Posso ir pra cadeia, mas vou falar o que penso.

            O ser humano é (ou pelo menos deveria) ser complexo. Ter trabalho, estudo, religião, ideologia, sexualidade e etc…

            Muitas “bolas de pensamento” sobre a cabeça, como nos quadrinhos….

            Infelizmente o objetivo do Ocidente é reduzir o ser humano a “uma bolha só”, a sua sexualidade (bestializar o ser humano, transformá-lo num animal, num “Gado Humano Marcado com Chip”).

            Mulher-vagina e Homem-pênis? A humanidade “é só isso”? Não.

            O identitário é só isso…

            Pronto já podem me prender “falei as palavras proibidas” que os senhores do mundo não querem ouvir.

  2. A justiça brasileira não reconhece mais a “excepcionalidade” das atividades militares, por isso colocaram um monte de mulher na PM. Mulher não serve para “linha de frente”, ou enfrentar os marginais (policiamento ostensivo) nas ruas.

    Ein, você é um machista, taxista, trapezista…

    Não, o ultimo recurso é sempre a força (literalmente deitar o bandido na porrada, inclusive um conhecido meu do BOPE uma vez teve que fazer isso).

    A locução latina “ultima ratio regum”, traduzida literalmente como “a força é o último argumento dos reis”, significa que, uma vez esgotados os argumentos razoáveis e os recursos diplomáticos para a resolução de divergências, impõe-se o uso da força.

    Em Nova Iorque (os juízes acham que se os gringos estão lacrando, o Brasil tem que lacrar também) esse modelo de polícia quase 100% feminina está dando errado, os dados provam. Daqui a pouco as “mulheres emponderadas” vão empilhar cadáveres, já que o primeiro e único recurso dela é sentar o dedo.

    Nem adianta ficar idolatrando os gringos… Os juízes e promotores WOKES já tratam criminosos como “vítimas da sociedade”.

    Não é que os gringos foram contaminados pelo veneno (burrice) que jogaram em outros países.

    O judiciário deles “agora é igual ao nosso”, fazem até LAWFARE.

    A lacração vai destruir o judiciário… “Lacrar é bonito, o sujeito ganha até premio da Globo”.

    Sinceramente, juiz ladrão que vende sentença (geralmente pra comprar apartamento em Miami) deveria ir pra cadeia e ser exonerado (Aposentaria não é punição e sim privilégio aristocrático. Essa república é estranha…).

    Esse é o mesmo pessoal que demonizou o Monark… Mas realmente, pela lógica vira-latas deles, se os gringos liberaram um certo partido, o Brasil tem que liberar também…

    Não se preocupem que a turma do TODES vem logo em seguida. Existem homossexuais que trabalham, como qualquer pessoa, mas existem os identitários que só querem privilégios (transferência do Conje, com cargo, “naquele esquema que fazem nas universidades, mas que não posso delhalar”) e mamatas (estou sendo perseguido, quero bolsa ditadura, promoção e aposentadoria)…

    Nem deveria ter tribunal militar permanente (faz por sorteio, como o júri, com alguns requisitos). Essa mamata de tribunal que julga 1 (um) processo por ano com salário milionário tem que acabar. Coloca pra justiça federal julgar e pronto.

    Os militares “não reclamaram” do fim da excepcionalidade.

    Outra coisa interessante é o ATIVISMO JUDICIAL dos “déspotas esclarecidos” do Judiciário. Como é que o tal “Congresso Conservador” aceita isso?

    1. O pior é que eu gostaria de falar sobre o “caso concreto” que tirou a sacralidade dos militares. (Eu sou falar, se der ruim, eu respondo). Esse caso é muito famoso, então não tem nem como tentar disfarçar muito.

      Um militar (baixa patente) foi denunciado na Maria da Penha, ocorrência normal do dia a dia. [Sem entrar no mérito se a denuncia era verdadeira ou falsa].

      Ele foi punido (COMO MANDAVA A LEI) ficou sem porte de arma fora do serviço e ainda foi transferido (A Constituição proíbe, mas se for com base na Maria da Penha “pode fazer”. Essa lei deve estar acima da Constituição).

      Durante um treinamento ele sumiu (na verdade você só sabe a “palavra certa” pra definir o que aconteceu depois, aquelas questões técnicas burocráticas).

      O sujeito “se evadiu” com a arma da corporação, durante o treinamento, e matou a ex-mulher.

      Tentaram “jogar tudo em cima da corporação” e a corporação COVARDEMENTE jogou tudo em cima do Oficial do Dia (não lavrou o “Auto de deserção de praça”). Inclusive foi depois desse caso que criaram um manual sobre o assunto, antes “amarravam cachorro com linguiça”).

      O pior foi a boçalidade da imprensa e do judiciário “querendo dizer como é que os militares deveriam ter atuado”. Os juízes no Brasil SABEM DE TUDO, os caras derrubam decisões técnicas de órgãos colegiados “compostos por especialistas” numa canetada.

      O sujeito (playboy, que se quebrar o ar-condicionado é capaz de morrer de calor), que não tem condição de resolver nenhum problema entende mais de operações militares do que qualquer general…

      O que é suspensão de descrença?

      O sujeito sumiu, foram procurar por ele (podia ter tido um mal súbito). Mas o playboy tinha razão “deveriam ter suspeitado que ele ia cometer o crime e impedido”.

      O sujeito que vai cometer um crime desses “sai falando pra todo mundo”? O sujeito que planeja uma coisa dessas “vai dar indícios”? Em que mundo esse pessoal do judiciário vive? Deve ser o mundo mágico dos filmes e novelas…

      1. A imprensa (comandada pelos satanistas que controlam o Ocidente) realmente gosta de “promover” abertamente as perversões sexuais.

        Inclusive “é pra isso que servem as celebridades”.

        Antigamente colocavam isso nos filmes (pessoal cruzando no banheiro do avião), já fizeram até um filme inteiro praticamente sobre o pessoal cruzando no elevador. Obviamente estou falando de filmes normais “para todos os públicos”.

        Tem “grandes portais de noticias” que promovem isso abertamente, você está lendo a noticia e no próprio site tem um anúncio (você já fez foi numa suruba?). Isso pega principalmente as mulheres (um dos defeitos das mulheres é a incapacidade de REJEITAR O MAL, gênesis 3).

        Os satanistas conhecem a “natureza humana”. Eles sabem que ela é mais fácil de corromper e que ela tem capacidade de influenciar o homem.

        Uma celebridade brasileira agora está promovendo o “dogging”.

        O termo dogging surgiu na Inglaterra, na década de 1970, para definir o sexo consentido em locais públicos e que pode ser observado por pessoas desconhecidas. A prática costuma ser feita por pessoas que gostam de exibicionismo e voyeurismo.

        Isso é crime no Brasil, mas os identitários do judiciário daqui a pouco vão dizer que não é crime e “quem achar ruim” é ALGUMA COISA FÓBICO. A nossa sociedade ocidental (ou sob influência do Ocidente) está em decadência “o que importa é ter prazer”.

        Um conhecido meu estava “levando o filho pro colégio, quase de manhã, final da madrugada e encontrou uma dupla de rapazes “cruzando no meio da rua, como cachorros”.

        Ele simplesmente desviou, para não expor a CRIANÇA a essa situação e os dois ainda ficaram falando palavrões e se insinuando.

        Não sou homofóbico, mas eu como cidadão exijo respeito e se fosse comigo eu enfiava a porrada nos dois. Caso fosse um casal hetero, e fizesse a mesma coisa, apanhava também. (Ainda ia tomar lição de moral de um Juiz vagabundo de que “não pode bater em mulher em nenhuma circunstância”, afinal AGORA TUDO ENTRA NA MARIA DA PENHA, até situações assim).

        “Quem quer respeito, tem de se dar ao respeito”.

        Na Inglaterra e na Alemanha isso é “normal” a sociedade aceita, e como o povo é mais passivo fica tudo bem. (Por isso que não posso sair do Brasil, eu sou um selvagem).

        Daqui a pouco “normalizam” e “descriminalizam” isso no Brasil também… Não é falso moralismo não, é moralismo mesmo.

        1. Sobre as mortes dos soldados ucranianos, praticamente 100% cristãos, realmente é triste. Infelizmente é preciso “abstrair”. Eles são cristãos, mas lutam pelo regime ucraniano (abertamente inimigo do cristianismo).

          Inclusive fica claro que esse é o objetivo do regime ucraniano (eliminar os cristãos para “colonizar” a região com sionistas).

          As minorias mulçumanas dentro da Ucrânia só participaram “bem no começo”.

          Os ocidentais que estão na Ucrânia não são cristãos (são todos membros de seitas neopentecostais). A burrice e a intolerância deles “não é acidental”.

          Eles não me reconhecem como cristão e eu não reconheço eles como cristãos. (Apenas Reciprocidade)

          Fecharam a igreja ortodoxa (por ser ligada a Rússia) e criaram uma igreja nazista (completamente decorativa).

          Inclusive a ucrânia já estava infestada de seitas estadunidenses (que apoiaram abertamente o regime nazista, desde o começo). As sinagogas sionistas também apoiaram o regime, exatamente como as seitas “cristãs” (guardando armas e munição e servindo como centros de recrutamento).

          Os sionistas foram bater fotos com seus amigos nazistas (dizem que dentro do Batalhão Azov tinha um regimento SIONISTA), sorte que eu tenho tudo salvo, estão tentando apagar da internet.

          Os sionistas devem ter “virado guerrilheiros de podcast” ou “professores”…

          Derrotar o regime ucraniano no campo de batalha não é suficiente, é preciso evitar que eles alcancem seus outros objetivos (eliminar os cristãos para “colonizar” a região com sionistas).

          Ganhar a guerra “não vai ser suficiente” se a Rússia colocar o galho dentro e deixar os mafiosos sionistas (que apoiam o governo atual, continuarem mandando).

          Essa é uma Guerra de Libertação.

          Por acharem que “matar todo mundo” significa ganhar a guerra é que os gringos sempre saem derrotados, mesmo deixando pilhas de cadáveres para trás.

          1. Essa é uma daquelas coisa que eu não deveria falar, não por questão de ser preso, mas por que eles podem querer se vingar.

            As vezes é melhor “não saber” da verdade…

            Apenas pra não dizer que nunca falei dos Navy Seals (UI), não é por acaso que a maioria deles viram Trans.

            A questão é que os psicólogos e psiquiatras deles são WOKES, então o paradigma deles é “a vida das mulheres é mais fácil, a sociedade trata melhor as mulheres, a vida das mulheres tem mais valor para a sociedade”…

            Basicamente os caras “tem um monte de problemas na cabeça” e os especialistas (Harvard) acham que “transformando eles em mulheres” a vida deles melhoraria “genericamente”. A vida deles passaria de nota 4 (no geral), para nota 6.

            Eles usam o mesmo paradigma para transformar os adolescentes que tem problemas (coisa normal da idade) em trans.

            A ideologia WOKE já dominou o Ocidente.

            Não acredito que existem cristãos estadunidenses, ali só tem heresias.

            Lá existem pessoas normais com famílias e valores morais “dentro do normal”? Por acaso (com o tempo eles vão desaparecer naturalmente).

            Caso ocorra uma Guerra Nuclear e eles sejam varridos do mapa… Esse é o caminho que o Ocidente escolheu….

          2. Sobre os “problemas mentais dos sionistas” eu não acredito.

            Devem ser problemas com drogas, já que são todos “hedonistas”.

            Todos os que eu conheci pessoalmente eram “doentes mentais”, daquele tipo “mitômano que inventa mentiras sobre Cuba, Irã e Venezuela o dia inteiro”. Não sei onde estão hoje, mas devem ter virado “professores”.

            O único gente boa “pelo menos aparentemente” que eu conheci era um aposentado, que virou artista.

            Também conheci algumas famílias, pareciam pessoas normais, mas pelo “local” que estavam eram infiltrados, então acho que devo desconsiderar.

            As denuncias do PCO mostram claramente o nível de perversidade do “sionista médio”, estão barbarizando os prisioneiros.

            Os “sionistas médios” são exatamente iguais aos nazistas (absolutamente insensíveis), pilhas de cadáveres de palestinos (ou mesmo de sionistas) não afeta a moral deles.

            Eu conhecia um que virou pastor (foi convertido por pastores picaretas numa clinica de reabilitação), acho que os sionistas eliminaram ele (era uma família de infiltrados). A família dele saiu do local por causa das dívidas com traficantes. A morte dele é estranha, traficantes são territorialistas, não é normal irem tão longe pra eliminar alguém. Os sionistas tinham motivo, ele já tinha começado a “falar demais”…

            O que é MUITO ESTRANHO é outra família sionista ter aparecido pouco depois, praticamente no mesmo lugar, não tem nada aqui pra atrair estrangeiros.

            O filho mais velho é o único que tem cabelo pois é “dentro do padrão sionista”. Os outros moleques todos tem a “cabeça raspada”.

            A mulher é uma sionista “mais escurinha”, a única coisa estranha é o marido (cara de paulista), que tem cabelo preto, pensava que as mulheres sionistas “só se misturavam” com Brancos (loiros, ruivos).

            A família antiga era “padrão sionista”.

            É que Narciso acha feio o que não é espelho…

            A mente dos sionistas basicamente é igual a dos ingleses e estadunidense (fascistas genéricos).

      2. A Suprema Corte dos Estados Unidos decidiu nesta 6ª feira (21.jun.2024) manter a proibição de armas de fogo para agressores domésticos. O veredito reforça a lei norte-americana de 1994, que limita o cumprimento da 2ª Emenda da Constituição dos EUA.

        Agora nos Estados Unidos se o sujeito for denunciado pela “Lei Maria da Penha” ele perde a arma…

        Toda essa lacração (Agenda Woke) imunda que está destruindo o Brasil é coisa dos gringos.

  3. A direita brasileira só tem débil mental, adotam o padrão estadunidense de “raciocínio binário”.

    Tudo que eu não gosto é comunismo?

    Tem um sujeito filósofo (com diploma) que diz que a “revolução francesa foi comunista”, o Canela Seca diz que Napoleão era comunista. O filósofo “ama” usar Salto Luiz 15…

    Eu não gosto de bolo de milho, então o Bolo de milho é comunista? Foi só um exemplo, eu gosto de bolo de milho… “Nem por isso vou chamar quem não gosta de fascista”.

    1. Marido de Carla Zambelli é pré-candidato à Prefeitura de Caucaia (CE).

      O que ele vai fazer se ganhar a eleição? Vai alugar um apartamento em Fortaleza (nenhum prefeito mora na cidade que governa). Ele vai encher os bolsos de dinheiro (rendimentos normais mesmo) e depois “quando perder uma eleição eventualmente, ainda vai sair dizendo que nordestino é comunista, pois vota no PT”.

      O antigo prefeito de Fortaleza foi elogiado por dispensar a “guarda pessoal”, toda a imprensa elogiou… Ele morava no Texas (fora do Brasil), só aparecia aqui de vez em quando… (Acho que a Zambelli e o marido vão fazer a mesma coisa).

      Ele é militar… Vai ter só puxa-sacos do lado dele, militar não quer saber de especialistas e competência técnica.

      Ele é maçom… Vai ter que arrumar cargos para as “filhas solteiras” dos irmãos de loja.

      Eu não estou nem criticando ele, infelizmente é um sujeito “na média”.

      1. Militar não é cidadão (cidadão no Brasil é um Dalit, uma pessoa sem nenhum direitos, só 99% da população).

        Militar é um “membro de uma casta”. O Judiciário também é uma casta.

        O maior erro (político) do Lula e do PT foi achar que os pobres que estudam e passam em concursos públicos vão continuar sendo “pessoas normais”.

        Todos eles se corrompem e são cooptados (pela Maçonaria, pela Opus Dei) e se tornam “parte da casta”.

        Por isso não ocorrem mudanças no Brasil, nem mesmo aos poucos. Todo o tecido social é “engessado”.

        Todos eles passam por um “Ritual de Abjuração” e abandonam “a sua classe e a sua cor”.

        Por isso tem pobre que melhora de vida e vota na direita que odeia pobres… O sujeito pensa que é rico, mas ele só está rico… A direita destrói o país e o sujeito volta a ser pobre…

        1. Parece bobagem e meio aleatório, mas aquele aeroporto de Jericoacoara acabou com a cidade…

          A cidade está cheia de “paulistas” e “colombianos”…

          As facções criminosas estão acabando com o Ceará.

          Acho que a turma do Bozo sabe onde está se metendo… Gosto de descer a lenha neles, mas seria errado não avisar que “Caucaia tem dono”…

          1. Caucaia é o 2º município mais rico do Ceará, tem praia, mas é uma porcaria… Falando assim parece mentira…

            Os políticos brasileiros querem criar mais um município (entre Caucaia e Fortaleza) a Jurema (bairro de Caucaia).

            Este país não pode dar certo. Aqui prostituta se apaixona, cafetão tem ciúme, traficante se vicia e pobre é de direita…

          2. Os militares brasileiros são assim, nunca colocaram os pés numa cidade, mas com base em informações (2º município mais rico do Ceará, tem praia) decidem ser prefeitos.

            Acho que se pedir pra ele apontar no mapa a cidade, ele não consegue.

            Esse PARADIGMA GEOGRÁFICO (Determinismo Geográfico) já deveria ter sido superado.

            Os militares brasileiros não estudaram a Guerra do Vietnã, pararam no tempo depois da Segunda Guerra Mundial e só repetem as imbecilidades que os gringos dizem.

            A cidade (Caucaia) não fede como algumas capitais do Nordeste, construídas dentro de pântanos (mangues destruídos), mas eu ficaria LONGE do trilho do trem (fronteira entre o território das facções).

            Nem todos os camponeses “como eu” fedem, mas o ódio pelos pobres é tão grande que as pessoas “sentem o cheiro da pobreza”.

          3. Falando em Determinismo Geográfico.

            O artigo da Wikipédia está errado, vou explicar o “ódio dos colonizadores ingleses contra a religião budista”.

            O problema é que O CENTRO da vida na cidade gira em torno do templo (vida monástica, como era na Idade Média).

            Os ingleses são BURGUESES SAFADOS, eles acham que tudo deve girar ao redor do dinheiro (O PORTO).

            Tudo é sobre “paradigmas”.

  4. Sobre o “identitarismo no judiciário”.

    Nos Estados Unidos o promotor WOKE se recusou a processar uma “vítima da sociedade”, e a juíza WOKE concordou.

    Quem era a vítima da sociedade? Um mulher negra (mãe solteira).

    O que ela fez? Roubou um carro de um cidadão “só pra tirar onda, só pela adrenalina”. Arrebentou um monte de carros (por não saber dirigir e durante a tentativa de fuga da polícia) e atropelou (e matou) uma idosa.

    Como é que a sociedade estadunidense aceita isso? Isso é “lavajatismo” de sinal trocado…

    1. Aqui no Brasil os juízes e promotores vão “estudar em harvard” e voltam completamente doutrinados…

      Essa turma que lacra “é bem vista nos tribunais superiores” e chega em Brasília (TRF 1), mais rápido. Nunca foi pelo Brasil, sempre foi por Brasília.

      Por isso ficam defendendo “autodeterminação” dos povos indígenas e quilombolas e não deixam o Brasil construir nada (estadas, pontes, hidrovias).

      Tem que exonerar esse bando de traidores da pátria, eles tem que ir “fazer Uber em Miami”.

  5. Sobre a bolsa ditadura.

    Um conhecido meu era sindicalista (foi demitido e entrou na lista negra das empresas do Polo Metalúrgico do ABC), não conseguiu arrumar outro emprego CLT e morreu trabalhando como borracheiro (na pobreza).

    Ele entrou na justiça (depois de 88, quando ainda era vivo) pra receber a bolsa ditadura e NÃO RECEBEU. APENAS OS PETISTAS RECEBERAM, como ele tinha abandonado a política e se desencantado não recebeu.

    A Viúva dele queria falar na comissão da verdade da Dilma, mas não deixaram.

    1. O PT destruiu o sindicalismo. Conheci um petista que entrou no sindicado dos gráficos em 1994 e só saiu quando se aposentou. Será que depois de 20 (vinte) anos MAMANDO, ele pelo menos sabia como funcionava uma gráfica? Ele nunca fez nada pela categoria dele…

      Pior são esses “sindicatos de aposentados” que inventaram agora…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *