6 thoughts on “Michelle Obama e a esquerda da memória curta

  1. Sobre a “treta” entre o Carluxo e o Nikolas…

    Ele está insinuando que a Filha dele é uma “fraquejada”?

    A direita “na falta de inimigos” fica brigando entre si.

    1. A última esperança do Bozo é conseguir manter o comando da direita.

      Caso ele entregue o comando ao PSDB o palhaço Laranja estadunidense, mesmo que ganhe as eleições, vai abandonar ele na cadeia.

      1. Falando em “fraquejada”…

        Parece que os sionistas não “destruíram o mundo”, pois os “príncipes e barões” ainda estão dando uma FESTA DO FIM DO MUNDO, num Bunker do regime sionista.

        Eles só podem começar a “colocar fogo no mundo” quando o pessoal das 13 (treze) famílias Illuminatis tivessem sido evacuados…

  2. Sobre esse pessoal parasita que “não é advogado, mas vive de processar os outros”. Isso não é um problema brasileiro, isso é um problema estadunidense (pilantragem importada).

    Esse pessoal que vive de se vitimizar (identitarismo) e “cavar falta” pra processar empresas e companhias aéreas é só o começo.

    Os gringos tem essa pilantragem de processar qualquer um por qualquer coisa. Teve uma que colocou o gato pra secar no micro-ondas e ele morreu. Ela processou a empresa e GANHOU, pois o manual não dizia que não podia colocar gatos no micro-ondas.

    1. Os juízes brasileiros colocaram teto no dano moral para “não criar uma indústria do dano moral”?

      O “problema” é que esse teto só vale pra pessoas físicas (CPFs).

      As ONGs (sim sempre elas) quando entram num processo recebem indenizações milionárias, mas como ONG é CNPJ não tem problema.

  3. Uma coisa estranha nessa mini matéria é a comparação de candidatos que podem “governar” e ou não ser um “fantoche”. Todos eles são “fantoches” e executariam as ordens de seus chefes, exceto que alguns fazem o “trabalho” melhor que encomenda.

    Antes que eu não me esqueça, não é Michelle e sim, Machael Obama. É apenas mais um casal de gays nas Casa Branca.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *